Formação do Ogã Umbandista

O curso de atabaque e curimba tem como principal finalidade levar todos os que querem aprender a tocar um instrumento de percussão (atabaque) a conhecer mais sobre a importância dos toques, dos pontos cantados e da função de Ogã dentro da Umbanda.

O curso de atabaque e curimba, além de ensinar o uso de um instrumento musical, revela que a função do Ogã é bem mais profunda do que aparenta, pois não é a de ficar apenas cantando músicas bonitas para as entidades. Leva o aluno a ter consciência de como actuar de forma mediúnica, magística e religiosa, juntamente com os outros médiuns e seus guias, em benefício da gira e de todos os frequentadores e ensina como se deve conscientemente evocar, activar e fortalecer, através dos cantos, dos toques e da magia do tambor, as energias vivas irradiadas através dos Guias e dos amados Pais e Mães Orixás dentro de um terreiro.

- Mostrar texto das mensagens anteriores -

O ponto cantado de maneira certa e no momento adequado possui a mesma força de um ponto riscado e activado pelos guias, portando é uma força firmada e com grande poder de actuação.

Módulo I

Principais fundamentos do atabaque;

Consagrações do instrumento;

Pontos cantados e seus fundamentos;

Orixás regentes do som;

Como é canalizado essa energia;

Posição correcta das mãos;

Partitura;

Tons do instrumento;

Repiques e Contra tempos;

Como iniciar e encerrar os toques;

Toques: Marcação, Ijexa, Nagô, Barra-Vento:

Introdução ao canto.

Módulo 2:

Importância do Ogã;

Fundamentos do Ogã;

Pontos tocados e cantados e seus principais fundamentos;

Toques: Angola e Congo

Pontos cantados para prática da Umbanda Sagrada;

Pontos de Firmeza;

Pontos de Coroa;

Pontos de Saudação;

Pontos de Sustentação;

Pontos de quebra de Demanda;

Tempo cantado dos toques;

Revezamentos de Ogã e Curimba;

Ritual de Consagração de Ogã.