Zé Pelintra

Um Zé entre muitos “Zés”, mas não um Zé qualquer, muito menos um Zé Ninguém.

Dinâmico, sábio, alegre, extrovertido, diferente, discordante, original, versátil, vivo, ativo mágico… Tudo isso, e muito mais, é o “Seu Zé” – como é carinhosamente chamado por seus filhos e enteados – que está sempre muito além de qualquer qualitativo ou adjetivo para classificá-lo.

Amigos de todos e sempre bem-disposto, Seu Zé não têm dogmas, preconceitos, nem julgamentos. Apresenta-se sempre Ler restante »

Programação do Encontro Internacional de Umbanda

O perigo da imaturidade mediúnica – Fascinação

“É comum o filho ainda iniciante na Umbanda, na espiritualidade que ele confunda seus pensamentos, suas ideias e sua imaginação com uma comunicação espiritual”

Isso se deve a imaturidade mediúnica em conjunto com uma grande pressa de se desenvolver. Ele começa a “escutar”, “ver” suas entidades muito antes delas se apresentarem e ele as senti-las de facto.” Os Guias de Umbanda são Guias de Lei e não se manifestam a qualquer hora e muito menos em qualquer lugar sem um propósito realmente aceitável. É preciso ter atenção nesse tipo de comportamento por parte dos filhos da casa.”

Pai António

Como é difícil separar a mente, a imaginação de uma comunicação espiritual real. Eu mesmo levei anos para perceber essa diferença, e mesmo assim, foram os Guias da casa que frequentava na época que me ensinaram e confirmaram a diferença.

A inspiração, a intuição, o instinto e a imaginação são coisas diferentes.

Muitas vezes o iniciante na Umbanda, Ler restante »

Curso Esquerda na Umbanda

Durante muito tempo à Esquerda da Umbanda foi tratada com excessos de tabus, de segredos e de receios dentro da Umbanda ou de muitos terreiros para não sermos tão radicais.

Muitos mitos forma criados e muito da verdadeira essência do mistério foi deturpada.

Esse curso presencial Ler restante »

“Causos” de Umbanda – Nas Encruzilhadas da vida

Essa história nos foi contada há algum tempo numa em nosso templo. Respeitando o direito de privacidade alteraremos o nome e local para evitar alguma associação.

- “João” em um dia de aflição, como muitos que passamos na vida segue em direção a praia, precisava “esfriar a cabeça”. Mesmo cético, ou como ele mesmo se diz: ateu. “João” sentou a beira-mar e tentava coordenar as ideias, fala em seu interior com algo, com alguém, que sabe consigo mesmo. Precisa acalmar as ideias e encontrar soluções para sua vida. O silêncio da praia deserta, onde apenas o som das ondas e dos ventos se faziam escutar, eram quebrados esporadicamente pelo grasnar de algumas gaivotas. Uma paz pairava no ar.

De repente, “como do nada” a figura de um homem forte, Ler restante »

A pressa de incorporar

É comum e natural a pressa que alguns médiuns iniciantes tem em incorporar, ou mesmo desenvolver outras qualidades mediúnicas.

É preciso compreender que desenvolver a mediunidade não é entrar num terreiro e já “sair incorporando”.

Entendemos a pressa do médium em “se desenvolver” e em trabalhar e aprender com seus Guias.

Mas para isso torna-se necessário um tempo de maturação por parte do médium, não só apenas perante sua própria mediunidade e seu desenvolvimento, mas também perante si mesmo, perante a sua religião e acima de tudo da responsabilidade do serviço mediúnico. Ler restante »

Umbandoterapia VI – Desmagiamento

Magia…

A Umbanda é uma religião magística por excelência, tendo como uma de suas funções a quebra, o corte ou o “desmagiamento” de ações mágicas de ordem negativas ou trevosas.

A magia é algo comum e natural as práticas espirituais e religiosas da humanidade.

Toda e qualquer religião têm suas fórmulas de transformação da realidade em benefícios de seus fiéis.

Sua ação é talvez a primeira forma de encontro ou contato com o sagrado e é praticada e entendida de várias maneiras e formas. Sua prática, tal como sua ação é muito mais comum do que se imagina.

Lembro que a Magia em sua essência traz valores e magnetismos divinos, Ler restante »

Curso Magia do Benzimento

Com Pai Ortiz Belo de Souza

O benzimento é uma técnica de cura espiritual muito antiga, praticada por vários povos ao longo da história, sempre adaptada aos seus costumes e suas crenças.
Durante muito tempo acreditava-se que o segredo do benzimento era hereditário, onde o segredo era passado apenas de benzedor para seus filhos ou afilhados.
Acontece que essa arte poderosa e de fácil execução começou a perder-se no tempo, pois nem sempre seus herdeiros estavam dispostos a seguir a tradição. Devido esse tipo de ação a espiritualidade passou a abrir o mistério do benzimento a vários médiuns dispostos a propagar essa magia ancestral. Ler restante »

Umbandoterapia V – Obsessão Espiritual

O termo obsessão espiritual foi difundido por Allan Kardec e designa um tipo de distúrbio, ou como o próprio a definiu uma doença espiritual. A obsessão espiritual se caracteriza quando um ou mais espíritos de carater inferior exercem uma influência constante sobre um outro ser, em especial sobre o seu psiquismo.

Kardec definiu três graus do processo obsessivo: Ler restante »

Umbandoterapia IV – Musicoterapia de Umbanda

““Quem canta seus males espanta”

Sabedoria popular

“Mas quem canta e dança joga ainda mais para longe.””

“Nêga” Adelaide

Essa é uma afirmação constante da Baiana que comigo trabalha. Onde durante seus trabalhos de atendimentos pede para seus filhos, lembrarem do toque do atabaque, dos pontos que estão sendo cantados, e no seu dia-a-dia cantarem e dançarem com eles.

É interessante perceber Ler restante »